Autoestima

Vida criativa: 6 atitudes para criar uma rotina mais leve

Você tem uma vida criativa? Você se considera uma pessoa criativa? Se você nunca parou para pensar em como criar uma vida criativa, saiba que a criatividade é a mãe das rotinas produtivas e dos dias leves.

Ser criativo vai muito além de criar algo novo e também não cabe somente para as profissões artísticas, como, escritores, pintores, atores etc. Ser criativo é na verdade uma necessidade e um diferencial imenso.

Ser criativo é ter espontaneidade, é dar foco na melhor solução possível ao invés de se prender aos problemas que parecem não ter solução. Ser criativo é criar alternativas para alcançar os sonhos e os objetivos

A criatividade é o que diferencia uma pessoa que faz acontecer de uma pessoa que espera acontecer.

Algumas dicas básicas de como colocar a criatividade nos seus dias são:

  • Faça algo diferente todo dia (pode ser um caminho, um novo estilo).
  • Converse com pessoas diferentes do seu convívio diário.
  • Faça coisas que inspire você: leitura, dança, música, pintura, desenho, escrita etc

Você também pode ter práticas e mantras pessoais no seu dia para fazer com que a criatividade se faça cada dia mais presente na sua vida e na realização dos seus sonhos.

E para inspirar um pouco mais você a criar a sua vida criativa e a buscar os seus objetivos com um toque de leveza, vou compartilhar com você seis lembretes importantes para essa jornada.

 

Não se compare

A essa altura da vida e com tanta visibilidade de vida, você já deve ter percebido o quanto é particular cada jornada. 

Cada um tem um ritmo, uma maneira diferente de pensar, de sentir e agir, por isso o primeiro lembrete para a sua vida criativa é: não se compare.

Sempre que sentir inveja ou desejar a vida e conquistas de outras pessoas, dê um tempo para que esse sentimento entre e saía de você, assim como o vento entra por uma janela e saí pela outra.

Não perca tempo demais com a comparação e com o desejo de ter o que o outro já conquistou, faça o contrário, use a conquista do outro como um estímulo para que você também busque os seus objetivos

Sempre se pergunte o que você precisa fazer e então faça. Não crie empecilhos crie oportunidades.

 

Não duvide de você

Sabe aquele sonho mais ousado, aquele que dá frio na barriga? Ou pode ser também aquela decisão que você precisa tomar para mudar a rota da sua vida.

Eu sei, a cada dia a concorrência está maior, a cada dia o mundo parece mais hostil, apressado e sem paciência, mas isso não deve ser motivo de medo, não deve ser motivo de dúvidas quanto a sua capacidade. 

Se tem algo que pode estar impedindo você de dar um passo, tente primeiro identificar qual é a crença limitante que está causando dúvidas a respeito do quanto você é capaz de fazer. 

Experimente ver o que você sente quando pensa na possibilidade de fazer o que você precisa fazer. Isso é um ótimo indicativo do que está travando a sua decolagem.

Eu por exemplo, sempre que pensava em começar o blog, sentia medo da rejeição, medo de não ter bons retornos, ou em outras palavras, medo da reprovação social. 

Depois que entendi qual era a crença, estabeleci pequenas atitudes de criatividade no meu dia para encorajar o pontapé inicial que eu precisava e aqui estou eu: feliz e satisfeita com a minha própria aprovação.

 

Dê um tempo, mas não desista

O primeiro post de retorno ao blog fala justamente sobre essa alternativa de dar um tempo ao invés de desistir do que é genuíno. E se a sua escolha for desistir e mudar a rota, está tudo certo, também! Mas se o desistir não deixa o seu coração leve, então não coloque um ponto final.

É normal a gente se deparar com ciclos e picos de sentimentos: hora é pura adrenalina, queremos fazer tudo de uma vez, mas em outros, tudo o que a gente quer é sofá e netflix. 

Tudo é super normal, o que não é normal é deixar que a maré baixa atrapalhe os peixes a nadar.

Se você tem um sonho engavetado, um projeto empacado ou uma decisão em banho maria esperando por uma ação sua, mas você não está energeticamente preparada para tal, então, apenas se retire, esfrie a cabeça, refaça os planos e retome ao que precisa ser feito.

Por experiência própria: tem pausas que são como gás, faz você voltar com outro sentimento, é como se olhar de fora, do alto e quando voltar a ação você vai saber exatamente o que fazer e como fazer.

 

Não se apegue aos detalhes

Sim, os detalhes são importantes e talvez o ditado de que os detalhes é o que faz uma pessoa também seja verdade, mas no fundo, para aquele que anseia por produtividade e por ação, os detalhes são meras desculpas para justificar a procrastinação.

Você não precisa sair fazendo tudo de qualquer jeito, mas tente ao invés de começar pelos detalhes, começar pelo básico, pelo o arroz com o feijão que é na verdade o que vai trazer a sustância.

O que quero dizer com isso é: comece com o que você já tem, busque alternativas criativas para suprir o que é necessário e comece. Os detalhes, o enfeite e os mimos pode ficar para depois.

Aqui no blog foi assim! Enquanto ficava enrolando o meu maior escudo era os detalhes que eu precisa ter antes de começar: o logo, as cores da marca, descobrir os melhores plugins, descobrir o melhor tema e assim vai… Uma lista enorme de detalhes que na verdade não é o que dá vida ao blog, entende?

Use a criatividade e as infinitas possibilidades que o mundo oferece para cuidar dos detalhes como o que eles são: detalhes e não o principal.

 

Faça um pouco todo dia

Eu simplesmente amo a analogia das formigas… Um grão por vez, um dia de cada vez e no final uma casa esculpida com o esforço diário. 

Na vida, nos projetos e nos sonhos a regra é a mesma: um pouco todo dia.

Não adianta se exaltar e querer fazer um milhão de coisas de uma única vez e não fazer nada bem feito, também não adianta se frustrar com o resultado que parece estar longe, nada disso, o foco precisa estar sempre no pouco de cada dia sabendo que o objetivo está próximo.

 

Se orgulhe

E é óbvio que não dá para fechar a lista de hábitos da criatividade diária sem pedir para que você acostume-se a se orgulhar da sua jornada e de tudo o que cresceu e construiu até aqui.

Não se apegue ao que ainda não conquistou ou ao que ainda não fez, se apegue ao que você já fez, por menor que seja, não importa, pois cada movimento em direção ao seus sonhos merecem ser valorizados.

Concluindo

A criatividade é simplesmente uma das formas mais leves e coloridas de se levar a vida e você não precisa ser um artista para ser criativo, ao contrário, você pode até ter  a profissão mais convencional do mundo, mas a criatividade sempre estará lá, esperando ser notada por você.

Mude a rota, faça uma atividade rotineira de um jeito diferente, comece um hobby, crie um projeto e seja como for, use a criatividade para facilitar o seu dia e para colorir a jornada. 

Recomendo mesmo que você implante esses hábitos para começar a ter pensamentos e ações mais leve sobre a sua vida e as coisas que você precisa fazer e é claro, também recomendo que você compartilhe essas dicas coloridas com as amigas.

 

Bjo! A gente se vê em breve.♥

Compartilhe, inspire e floresça!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error

Compartilhe & Floresça!

Compartilhar
Pin
Twittar
Compartilhar