Autoconhecimento

Auto sabotagem: 3 lições para uma vida de mais realizações

Você já parou para observar com que frequência você pratica a auto sabotagem e as desculpas mais frequentes que você usa para evitar uma tarefa? Para deixar para depois o andamento ou lançamento de um projeto?

Eu sei quase de cor as desculpas que o meu inconsciente e até o meu consciente arruma para sabotar o meu planejamento e a minha organização pessoal quando o assunto é focar nos meus objetivos.

Não sei vocês, mas no começo tive dificuldade em separar o que era realmente uma questão a se considerar e o que era uma desculpinha esfarrapada.

auto sabotagem, você prática?

A dúvida em saber se estava me auto sabotando ou se estava realmente considerando algo importante, está ligado principalmente ao fato de que algumas das questões que eu colocava em pauta parecia benéfico ao que eu queria realizar, como nos exemplos a seguir.

Antes eu preciso estudar mais sobre determinado assunto

Qual é? Quem nunca deixou de dar vida a um projeto ou a uma ideia por que se julgou incapaz de fazer tal coisa bem feita e por isso precisava estudar um pouco mais antes de começar.

Normal, fiz isso durante muito tempo antes de criar o blog e ainda tenho esses pensamentos às vezes, e acho que tudo bem estar preocupada com a aquisição de novos conhecimentos, mas isso não deve ser impedimento para que você não comece com o que já tem e vá se aprimorando no caminho.

No meu primeiro post aqui do blog falo sobre o começo de uma jornada, como é começar com o que têm e ir fazendo o que precisa ser feito no caminho, isso traz um sentimento de paz e liberdade enorme. Tenta aí para você ver! Esperar estar pronto é uma ilusão.

Não dá pra começar sem esses recursos 

Essa é com certeza uma auto sabotagem presente na vida de quem quer começar um projeto. É sempre um recurso que falta pra dar o pontapé inicial:

  • Um celular com uma câmera melhor;
  • Uma câmera profissional;
  • Um espaço físico;
  • Uma reserva financeira;
  • Um curso complementar.

Ok. toda essa lista me parece bem importante e com sentido, mas talvez não seja decisiva na hora de efetivamente começar e assim como o tópico anterior essas são questões que nos faz pensar se isso é realmente uma necessidade ou mais desculpa.

Não é auto sabotagem é falta de tempo

O tempo é quase sempre o vilão da procrastinação e uma desculpa excelente para adiar os sonhos. São tantas responsabilidades e compromissos que na hora que sobra um tempinho tudo o que queremos é relaxar e não pensar em nada, eu sei e concordo com isso, todos precisam de lazer e de descanso.

encontre o tempo

Mas se você olhar com calma e com um pouquinho de carinho você vai ver como dá para encaixar entre os compromissos um pequeno passo que vai contribuir para o seu objetivo ou projeto.

Eu por exemplo percebi que não ia dá para esperar só pelo final de semana para me dedicar às minhas coisas e muito menos contar só com o horário pós trabalho, pois além de ser o período do dia em que mais saboto as minhas tarefas, ainda têm as responsabilidades de casa, o sono e a vontade de descansar os olhos da tela de um computador.

A solução para esses “problemas” foi a revisão da minha rotina, os compromissos diários e as janelas de tempo livre.

Depois dessa revisão, passei a usar cada espacinho livre para fazer algo produtivo e de valor para mim, então o tempo de folga foi aos poucos sendo substituídos de horas nas redes sociais para a produção de conteúdo do blog. Ficou mais o menos assim:

  • De manhã dentro do ônibus no caminho do trabalho, antes era cochilo ou rede social, agora é produção de conteúdo ou ouvindo algum podcast que me inspire a escrever.
  • No horário de almoço era ver os stories das páginas e pessoas que gosto de acompanhar, agora é produção de conteúdo.
  • Na volta para a casa era músicas aleatórias, agora é podcast construtivo ou algum livro que esteja lendo (essa escolha também depende do quão cheio o ônibus está, né).

Parece ser pouco, mas esse pouco têm ajudado muito na minha produtividade e na realização das tarefas que eu preciso colocar em prática para não deixar a peteca dos meus sonhos cair.

E não, eu não radicalizei ao extremo, afinal, sou humano e também preciso relaxar, então dependendo do dia, da lua e do meu ânimo, eu troco as produções e os podcasts construtivos por um som que me deixe relaxada.

A principal diferença é que quando dou essa relaxada ao invés de escrever, eu sei que é uma folga consciente e que ainda assim não deixo de pensar nas coisas que posso e preciso fazer, além do que, sempre tento encaixar algum rascunho antes de dormir.

É lógico que não conto só com os intervalos para fazer o que é realmente importante para mim, muitas noites mesmo cansada ainda vou para o computador quando chego em casa e uso muito do final de semana.

Faço isso não por achar que a vida precisa ser sacrificada para se conseguir o que queremos, mas sim por uma escolha, por não querer me dedicar aos meus sonhos somente nos intervalos da correria. Essa escolha têm feito diferença por aqui!

Concluindo

Não espere as condições perfeitas para fazer qualquer coisa que seja importante para você e para a sua vida, pois se você não conseguir barrar agora esses bloqueios e a auto sabotagem que rodam os seus dias, você vai ficar sempre nesse ciclo vicioso de desculpas que não te deixa agir.

Seja livre, se desprenda do que te causa medo e dê folga para o seu coração que têm carregado tanta bagagem. Coloca o sonho no mundo, vale a pena!

E se você olhar com carinho vai ver que não precisa de tanta coisa assim, na verdade você é capaz de começar hoje com o que já têm e se tornar a pessoa que você quer ser, com a vida e as conquistas que quer viver.

Confia mais, faça mais, veja a mágica acontecer e compartilha essa inspiração com uma mana que precisa desse empurrãzinho de luz!

Ah, e não se esqueça: é melhor um pouco feito do que nada feito

A gente se vê em breve.

Compartilhe, inspire e floresça!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error

Compartilhe & Floresça!

Compartilhar
Pin
Twittar
Compartilhar